terça-feira, 13 de janeiro de 2009

Nip / Tuck, Primeira Temporada


A beleza é uma maldição.


Então, o que não gosta em você?. É a primeira pergunta que o Dr. Sean McNamara faz ao paciente de seu consultório e, em seguida, vemos um homem feio e desfigurado falando em espanhol.

Acompanhado de um amigo que faz a tradução para que o doutor compreenda, o homem diz que quer mudar seu rosto. Desconfortável com a situação por não falar espanhol, o Dr. McNamara chama seu sócio na clínica, o Dr. Christian Troy que nesse exato momento fazia uma cirurgia plástica nas nádegas de uma moça e estava prestes a colocar a prótese ao contrário quando é alertado pelo Dr. McNamara do erro e pede para ambos trocarem de lugar.

A primeira cena de Nip / Tuck define bem o tipo de série que é. Uma série feita para o público adulto, crua, irônica, politicamente incorreta mas também sexy. Dividida entre dois cirurgiões plásticos de Miami que possuem uma clínica própria para transformar os sonhos das pessoas infelizes consigo mesmo.

Utilizando a beleza plástica como premissa, a série desmonta com muita acidez e humor o mundo por trás desse mundo belo e idílico, mostrando a podridão debaixo desse verniz. Cada episódio contém doses pesadas de acidez, que me causaram um leve desconforto.

Quem pensa que a vida de ambos os médicos possui um equilíbrio além da carreira estão muito enganados. Os vícios estão por toda a parte, sexo, drogas, falta de comunicação com a família, mulheres usadas como objeto sexual. Tudo que flui no mundo de Nip / Tuck é um mar de luxuria e podridão.

A produção da série também impressiona, não só o roteiro é bem afiado como os efeitos especiais utilizados nas cenas de cirurgias plásticas. Algumas pessoas chegaram a achar que no episódio piloto as imagens eram de uma cirurgia de verdade e isso não pode ser mais elogioso para uma equipe que faz de tudo para transformar o falso em real.

A primeira temporada de Nip / Tuck - conhecida também como Estética - é curta, apenas com 13 episódios. O tempo necessário ideal para uma temporada bem integrada, com uma trama principal que não se prolonga e se fecha ali mesmo.

A abertura da série, bem como sua música, também merecem destaque pela maneira brilhante como apresentam as intenções da série.




4 comentários:

  1. apenas 2 comentários sobre Julio César:

    Ele não era imperador de Roma, o primeiro imperador foi augusto, porque Julio César morreu antes.

    E Brando não é um dos melhores atores do cinema é O MELHOR ator do cinema.

    Mas bela(s) resenha(s)

    ResponderExcluir
  2. Acho q comentei no pos errado.. hahahahaha

    ResponderExcluir
  3. Esta serie foi das melhores que ja vi =)

    ResponderExcluir